7 coisas que eu espero que SUMAM das palestras de publicidade em 2010

Freqüentar palestras de publicidade, nos últimos, digamos, quatro ou cinco anos, têm sido desafiador para a paciência. Mesmo em eventos de porte, como o Festival de Cannes, é comum a sobreposição de assuntos e exemplos, de forma que no terceiro dia você já começa a ter intensas experiências de déjà vu, para não falar de desagradáveis flashbacks nas semanas seguintes.

Ok, os mais radicais vão me lembrar que festivais de publicidade não são lugar de novidade, novidade MESMO. Ainda assim, acho que a coisa está um pouco demais. O que posso fazer, além de tentar evitar esses assuntos e exemplos nas minha eventuais palestras, é compartilhar uma singela e sincera listinha com os temas que, sugiro, deveriam ser sumariamente DELETADOS desses encontros.

Vamos lá.

1. O consumidor está no poder.

Caso ninguém tenha percebido, o consumidor sempre esteve no poder. Agora ele só tem um megafone na mão. Megafone esse que será usado para gritar bem pertinho no ouvido dos palestrantes de publicidade: NÃO-PRECISA-MAIS-REPETIR-ISSO.

2. A internet veio para ficar*

Sério? Há controvérsias. O senhor de 112 anos que mora num casebre atrás do sítio do primo do meu amigo sem luz, telefone e água encanada acha que a internet é um modismo. Então talvez ainda vejamos alguns palestrantes por aí pregando desnecessariamente que “a internet é uma revolução sem volta”.

3. A criatividade pode vir de qualquer lugar

Frase muitas vezes dita com gosto por executivos que não sabem como coordenar suas equipes e pra quem entregar determinados trabalhos. Tira a responsabilidade das costas de muita gente e por isso espero que em 2010 ela suma das palestras de publicidade e quem sabe vire assunto de gestão no HSM Expo Management.

4. Quem não inovar, está morto.

A frase mais dita por gente sem imaginação nos últimos 200 anos. E ainda é mentira: muita gente que não inova está vivo, bem como muitas marcas e empresas. A quem duvidar, recomendo que leia a matéria sobre os Biscoitos Globo na revista Piauí número 32. E tem mais, mesmo que fosse verdade, a frase já cansou. É antiga, retrógrada e exclusivista.

5. A força do boca-a-boca

Outra incrível descoberta dos últimos tempos: o consumidor acredita mais no seu amigo de infância do que num comercial de televisão com um ator que mal chegaria perto dele dizendo frases elogiosas porque foi muito bem pago por uma multinacional com doze milhões de funcionários que investe um bilhão de dólares em publicidade pra tentar convencê-lo de que aquele amontoado de produtos químicos perigosos são um sabonete que faz bem pra pele. E você ainda se surpreende que as pessoas confiam mais na indicação de amigos? Chega né?

6. Não existe diferença entre o mundo online e offline

Existe sim. Ninguém na vida real (fora o Roberto Carlos) tem tantos amigos e vê tantas fotos deles quanto no Orkut. O mundo online e o mundo offline tem diferenças importantes e essa frase não só vem sendo repetida à exaustão como não foi pensada direito pela maior parte das pessoas que a repetem. O que não foi bem pensado, é melhor que caia fora do PPT.

7. A verdadeira agência de publicidade é on e off.

Primeiro você monta uma agência assim. Daí você constrói um bom número de cases sólidos dentro desse escopo com clientes de porte. Em seguida, você mantém essa filosofia por no mínimo 3 anos. Não, 5. Aí, só aí, você coloca essa frase na palestra.

Obrigado.

***

Ah: aceito colaborações para uma segunda lista.

***

Créditos dos desenhos na ordem: Robert Crumb, Allan Siber,Will Eisner, Rafael Sicca, David Mazzuchelli, Jano, Fábio Zimbres.

***

* “A internet veio para ficar” is a trademark registered by Joviano Quatrin.

Anúncios

56 pensamentos sobre “7 coisas que eu espero que SUMAM das palestras de publicidade em 2010

  1. Finalmente alguém tocou nesse assunto.
    A lista podia ser maior ainda, mas essa já
    é suficiente pra não querer sentar perto da
    porta nas palestras.

  2. Finalmente alguém tocou nesse assunto.
    A lista podia ser maior ainda, mas essa já
    é suficiente pra não querer sentar perto da
    porta nas palestras.

  3. Muito bom este post, vamos acrescentar a lista:
    A importância do clean no layout
    Uma imagem vale mais do que mil palavras
    Tenha visão
    É bom saber outro idioma
    Tenha ótimo relacionamento…

    não lembro mais

  4. Muito bom este post, vamos acrescentar a lista:
    A importância do clean no layout
    Uma imagem vale mais do que mil palavras
    Tenha visão
    É bom saber outro idioma
    Tenha ótimo relacionamento…

    não lembro mais

  5. 8. Hoje, o consumidor não quer ser mais passivo. Pra atingí-lo temos que colocar ele como parte da história, criar interação, diálogo entre marca e indivíduo.
    9. O entretenimento é o novo caminho da publicidade.

  6. Muito bom todas as “dicas”.

    Pena que na prática ainda é preciso dizer isso muitas vezes. Se não fosse necessário não existiria tantos sites ruins, sem navegabilidade nenhuma, usabilidade zero, campanhas horriveis e muito dinheiro colocado no lixo. E depois a culpa cai na internet…

  7. Muito bom todas as “dicas”.

    Pena que na prática ainda é preciso dizer isso muitas vezes. Se não fosse necessário não existiria tantos sites ruins, sem navegabilidade nenhuma, usabilidade zero, campanhas horriveis e muito dinheiro colocado no lixo. E depois a culpa cai na internet…

  8. Perfeito, estes teorias básicas servem para vender palestras. O interessante é saber que vender! E vão continuar vendendo! E sabe de uma coisa! A maior parte das pessoas vão a estas palestras de publicidade somente para ver quem estava lá ou para se certificar que estão certos sobre seus superficiais pontos de vista, tipo a internet veio pra ficar!

    No entanto, como gerente de atendiemento, percebo que quando optamos por falar sobre assuntos com mais profundidade e que podem contribuir de uma maneira diferente, as pessoas não gostam de ouvir, querem mesmo é ouvir coisas tolas, mas que corroboram com o pouco que já sabem!!

    Publicidade e marketing são uma questão de bom senso e mão à obra!!!

    Ahh vou lembrar mais uma que já tem mais de 50 anos!

    A internet não vai siubsituir a televisão, já que da mesma forma a televisão não substituiu o rádio…um mídia não substitui a outra” MacLuhan…hahahah
    RS

  9. Hoje vejo as palestras como uma forma de comprovar o que já sei….o que me faz pensar muito antes de ir, mas quando eu não to fazendo nada até compensa dar uma passada.

  10. Hoje vejo as palestras como uma forma de comprovar o que já sei….o que me faz pensar muito antes de ir, mas quando eu não to fazendo nada até compensa dar uma passada.

  11. Parabéns. É uma lista muito consistente. O meio publicitário lembra alguma vezes um garimpo precário onde os trabalhadores se intoxicam com mercúrio e chumbo no decorrer de suas vidas. Na Publicidade, é comum ver trabalhadores intoxicados com as pseudocrenças que eles mesmos forjam e aplicam nos produtos que precisam vender. Sorte a deles essa intoxicação não ser letal, eles não morrem, viram commodities.

    Abraço.

  12. Parabéns. É uma lista muito consistente. O meio publicitário lembra alguma vezes um garimpo precário onde os trabalhadores se intoxicam com mercúrio e chumbo no decorrer de suas vidas. Na Publicidade, é comum ver trabalhadores intoxicados com as pseudocrenças que eles mesmos forjam e aplicam nos produtos que precisam vender. Sorte a deles essa intoxicação não ser letal, eles não morrem, viram commodities.

    Abraço.

  13. Concordo em tudo. Mas o que eu não quero ver mais em palestras é o case Obama e Rede Sociais.
    O que eu espero em 2010 é um amadurecimento da comunicação. Nós já demos o 1º passo quando a internet surgiu e abriu o campo da publicidade, demos o 2º quando permitiu o relacionamento entre pessoas via rede, estamos no 3º que é o relacionamento de pessoas com marcas e espero fielmente um 4º passo em 2010.

  14. Pingback: Links de Sexta (17/12) | Vida Ordinária

  15. Pingback: Links de Sexta (17/12) | Vida Ordinária

  16. Que lista fantástica. Me lembrei que este ano em ouvi em 3 palestras que “o consumidor recebe 3 mil (ou 4, ou 5 mil – depende do palestrante) mensagens por dia e, por isso, sua mensagem precisa ser relevante”. Sério?

  17. Algum publicitário, nestas palestras, fala de aldous huxley?
    Algum deles entende sua posição num mapeamento do imaginário coletivo, que consiste em reduzir a opinião vigente da civilização, a cruéis estatísticas de consumo, que em nada compreendem o “ser” mas que os condicionam a serem como o que consomem?

  18. Pingback: Os clichês das campanhas de Natal | Blogcitário - o seu blog de publicidade, marketing, viral e guerrilha

  19. Pingback: Os clichês das campanhas de Natal | Blogcitário - o seu blog de publicidade, marketing, viral e guerrilha

  20. “Agora alguns números do mundo digital” (bla) “não aguento mais 🙂 [2]
    Sério, chega a ser frustante … O universitário paga (caro) para ampliar sua visão e não passa de mais do mesmo da sala de aula …
    Agora é esperar a 2° lista, propagar para chegar até os palestrantes … Quem sabe não funicona?
    Parabéns pelo texto!

  21. “Agora alguns números do mundo digital” (bla) “não aguento mais 🙂 [2]
    Sério, chega a ser frustante … O universitário paga (caro) para ampliar sua visão e não passa de mais do mesmo da sala de aula …
    Agora é esperar a 2° lista, propagar para chegar até os palestrantes … Quem sabe não funicona?
    Parabéns pelo texto!

  22. – “a nova classe C do Brasil” (me recuso a ir em palestras com esse título! porra, não é mais tão nova assim se tem palestras com esse nome desde 2009)
    – não adianta só fazer facebook, a empresa tem que usá-lo (aaah vá!)
    – o que mais importa hoje em dia é um conteúdo relevante (porque em 1920 as pessoas só gostavam de coisas sem importância)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s