Vale por um bifinho

Nos anos 1990, perguntaram à filósofa Marilena Chauí quais eram suas preocupações diárias.

“Ora”, respondeu a professora, “eu vou do bife ao infinito”.

Anúncios

Um pensamento sobre “Vale por um bifinho

  1. GENIAL. Acho que é bem por aí mesmo: diariamente nos chocamos com as “insignificâncias” e “frivolidades” da rotina, misturadas com o pronfundo e infinito mundo interior de cada um. MALUCO, né… : )

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s