Email

A queixa é geral. Uma das atividades que mais toma tempo da gente hoje em dia é administrar a(s) nossa(s) caixa(s) de emails. O problema é complicado duplamente, porque além da grande quantidade, ainda existe o fator “Kinder Ovo”: todo email pode vir com uma surpresa inesperada.

Na verdade, o que a gente chama de “olhar os emails” é um rótulo que designa uma série de atividades de diferente níveis de complexidade que são todas guardadas dentro de um mesmo escopo. Tem emails que só precisam ser lidos. Outros só precisam ser respondidos. Mas também tem emails que geram leituras mais longas, preenchimento de cadastros, vídeos que precisam ser assistidos, relatórios que precisam ser analisados, links para pradarias distantes repletas de dados, enfim, cada email é um universo de possibilidades que freqüentemente nos afasta até mesmo da simples atividade de gerenciar os emails.

No fundo, o ponto central da questão está no fato do email ser uma forma de comunicação ainda nova e cuja importância não foi totalmente reconhecida. Sim, dizem que o email morreu e é velho perto das mensagens de SMS e de redes sociais, mas isso é bobagem. É uma ferramenta recente e ainda onipresente. O problema dos emails (e das mensagens digitais em geral) é que eles nos dão muito mais atenção e reconhecimento do que nós damos a eles. O fato de reclamarmos e ficarmos constantemente à mercê de sua quantidade e complexidade não quer dizer que reconheçamos sua importância, muito antes pelo contrário. O dia em que dermos o devido valor à profundidade que envolve lidar com essa montanha de mensagens é que vamos desenvolver nossas ferramentas internas pra lidar com elas de forma adequada.

Enquanto isso, os emails continuarão a ser Gremlins: fofinhos e inocentes, pequeninos, habitando caixinhas postais singelas que guardamos no bolso ou em cima da mesa. Mas justamente por isso, por essa portabilidade e meiguice, também são muito perigosos. Especialmente se não conhecemos sua natureza e se não sabemos lidar com eles depois da meia noite.

***

Texto inspirado num dos programetes Minimalismo que eu faço pra Oi FM.

O Minimalismo vai ao ar todos os dias às 9h30 e às 13h45 nas cidades onde tem Oi FM ou na webradio.

Anúncios

2 pensamentos sobre “Email

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s