Moliéres

Uma reportagem do New York Times no mês passado trouxe à tona uma verdade inconveniente a respeito da Wikipedia. Apesar de ser totalmente aberta à colaboração de qualquer um, apenas 15 por cento das pessoas que escrevem e revisam os artigos da nossa querida enciclopédia colaborativa são mulheres. E isso acaba, claro, se refletindo no conteúdo.

Segundo a matéria, assuntos de interesse masculino acabam ganhando artigos mais extensos e profundos devido à pouca participação das moças, que pelo jeito escolheram não perder tempo com essas bobagens. Na prática, não existe nenhuma barreira à cooperação feminina na Wikipedia, então alguns especialistas acreditam que esse fenômeno simplesmente reflete divisões ainda presentes na nossa sociedade. Tu vê, né: a internet é um espaço tão livre, tão aberto, que permite inclusive que as distorções sociais se manifestem dentro dela.

Claro que isso não ia ficar assim. Acima, a reação de um grupo de garotas que resolveu fazer alguma coisa pra mexer na porcentagem feminina de colaboradoras da Wikipedia.

Que periga:

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s