Numerofilia

Ninguém mais tem dúvida do quanto as redes sociais estão mexendo no jeito como a gente está construindo os nossos laços de amizade ou de contato profissional. O curioso é começar a notar os novos hábitos e as novas perspectivas que surgem com o uso continuado dessas ferramentas.

Por exemplo, é pouco provável que antigamente as pessoas contassem com precisão o número de amigos, ainda mais de conhecidos. Hoje, por outro lado, nós temos à nossa disposição uma contabilidade diária da quantidade de pessoas ligadas a nós, mesmo que virtualmente. Mais do que isso, a gente sabe exatamente quantas fotos temos online, quantas pessoa viram nossos vídeos e ainda podemos conferir no Facebook quantos declararam gostar de um comentário.

No fundo isso é uma reação bastante humana a antigas e profundas questões: quando fica difícil explicar certas relações e sentimentos em palavras, rapidamente nós começamos a apelar para os números.

***

Post inspirado num dos programetes Minimalismo que eu faço pra Oi FM.
Todos os dias às 9h30 e às 13h45 no seu rádio ou na webradio.

Anúncios

Um pensamento sobre “Numerofilia

  1. Olá. Ouvi um dos programetes e você falava sobre a energia que as pessoas despendem reclamando nas redes sociais. Achei muito interessante. Gostaria de ver o texto publicado!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s