Pixel

O termo pixel surgiu na década 60 como uma contração de Picture Element, elemento de foto em inglês, e descreve a menor unidade visível de uma imagem construída com dados. Como tudo na era digital, o pixel extrapolou o mundo técnico e entrou pro imaginário do dia-a-dia. O uso mais comum do termo é pra descrever a resolução de imagens de câmeras digitas, geralmente em megapixels. Outra aparição é quando uma reportagem de TV quer entrevistar alguém que precisa se manter anônimo. Frequentemente o rosto da pessoa é transformado também em pixels. Outra: quando uma imagem é impressa num tamanho maior do que sua definição permite, os pixels também aparecem. Não deveriam, mas aparecem.

Curioso isso: o Pixel nasceu como coadjuvante, vivia nos bastidores e não deveria nem dar as caras. Mas, como muitos nerds, hoje acabou virando celebridade.

***

Post inspirado num dos programetes Minimalismo que eu faço pra Oi FM.

Todos os dias às 9h30 e às 13h45 no seu rádio ou na webradio.

Anúncios

2 pensamentos sobre “Pixel

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s