Netflix

Como comentei no Face e no Twitter, assinei o Netflix há algumas semanas pra testar o serviço de “locação online” (não é bem isso, mas enfim). De cara, gostei: tem 30 dias de graça pra experimentar e a interface, apesar de tosca, dá pra navegar com mais facilidade do que os concorrentes (que eu nem sabia que existiam direito, o que mostra o que é a força de uma marca global). O acervo do Netflix nacional não é lá essas coisas, mas também não precisa ser. Aliás, esse problema é generalizado com locação online por questões contratuais com os grandes estúdios (leia o dossiê completo do Link). De minha parte, gosto de dar uma vasculhada em filmes mais antiguinhos e tou podendo assistir o Mad Men Tem Muppets, De Volta para o Futuro, Duna… tá na boa.

Uma coisa que faz toda a diferença: lá em casa temos Wii, então usamos o Netflix na TV. Se fosse pra ser só no computador, na boa, teriam que cobrar menos que 14,90 por mês. Agora, tem um lance muito engraçado e curioso que tem a ver com a foto que eu postei acima.

O botão B do controle do Wii funciona como “VOLTAR” no Netflix. E ele fica na parte de baixo do controle. Ou seja: toda vez que você dá play e se recosta pra assistir o que quer que seja, não pode simplesmente largar o controle displicentemente no sofá. Precisa tomar cuidado e colocar ele de lado, de forma que não aperte o botão B sem querer e nem o controle fique apontando pra tela (porque senão ficam aparecendo os menus).

É uma bobagem, não chega a ser um problema. Mas são essas pequenas coisas que mostram 1) como estamos acostumados a sistemas estabelecidos – no caso, jogar o controle da TV ou da NET no sofá sem receios e 2) como um pequeno detalhe não previsto originalmente coloca um pequeno empecilho na sua interação com um novo sistema.

***

Só pra não deixar de dar meu prognóstico, que é igual ao que tem saído em geral por aí: não acho que os serviços de locação online ameacem as locadoras tão cedo. Em primeiro lugar, pela questão dos lançamentos, que no DVD (original ou pirata) ainda saem antes por questões legais. Em segundo lugar, porque ainda precisa facilitar a vida do usuário médio que no geral prefere (minha intuição) ir até a locadora (ou o seu camelô) do que ficar se envolvendo com o mundo dos plugins e dos cabos (coisa de nerd).

Quando os lançamentos estiverem na mão e a experiência de compra/locação/assinatura for realmente suave, aí sim.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s