Por que o anúncio da Unicef é importante

unicef

Semana passada, o anúncio acima, criado pela agência sueca Forsman & Bodenfors, circulou pela rede angariando os comentários mais previsíveis dos últimos tempos. De um lado, a maior parte das pessoas que eu vi se manifestar se limitou a parabenizar a coragem do anúncio de dar um tapinha na cara dos ativistas de sofá. Outros criticaram a ideia, lembrando que o Facebook ajuda sim a dar visibilidade a muitas causas que não tem condições de pagar mídia de massa ou apelo suficiente para ganharem tempo no noticiário. Na verdade, os dois lados tem razão e flutuar entre esses dois pólos é o grande predicado desse anúncio. Algumas pessoas podem achá-lo um pouco sensacionalista, meio golpe baixo. Mas toda chamada que funciona tem um pouco de maldade, uma certa malícia que fica no limite.

O mais importante, nesse caso, é que o anúncio da Unicef parece funcionar também como resgate de uma tradição de redação publicitária clássica que vem dos anos 60 e prova ainda ter um poder incrível de enganchar o leitor mesmo veiculando intensamente em blogs e redes sociais – ambientes repletos de ruído. A chamada é direta, sintética e limpa, baseada em um argumento único, claro, acessível e totalmente relevante na conversa atual. É o tipo de fala que estava na boca de muita gente – algum redator esperto foi o mais rápido em capitalizar em um anúncio. Essa capacidade de síntese e de simplicidade é o tipo de trabalho vital para causas e entidades sociais hoje, muitas vezes perdidas no seu trabalho de comunicação por estarem sendo atendidas por publicitários mais interessados em pirotecnias que rendam prêmios.

Antes que alguém queira polêmica, já deixo claro que nesse assunto eu também não escolho lado: acho importante as ações elaboradas e complexas, sei que elas tem seu papel e costumam ajudar. Mas também sei que muitas vezes há entidades precisando mesmo é de um bom folder com um texto decente. Melhor ainda se for uma chamada ganchuda e inteligente.

***

Ainda sobre o assunto redes sociais e causas, aproveito e re-colo aí embaixo o resumo que fiz quando fui ao Rio+Social em 2011. Coloque em full-screen ou faça um download pra ler sem problemas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s