Mídia Ninja x Mídia Golpista

frank-miller_wolv1abre

Há algumas semanas, a Simone do Vale comentou no Facebook: “a Mídia Ninja deveria ganhar um prêmio por esse nome”. Ela estava se referindo, claro, à essa turma derivada do Fora do Eixo/Pós TV que vem construindo um verdadeiro case de relevância midiátia (ou memética, como gostam eles). Claro que há muitos ângulos para serem exploradas nesse caso, mas concordo 100% com a Simone especificamente nessa história do nome e acho isso importante.

Ao lado da questão das interfaces, que já comentei aqui em outro post, o uso inteligente da linguagem é outro item de defasagem das mídias e políticos tradicionais. Expressões que navegam bem no imaginário pop, como “Mídia Ninja”, circulam com mais desenvoltura nos tubos e conexões da internet – e assim também constróem sua relevância. Os Ninjas tem conhecimento de causa, nasceram nesse meio, sabem que o seu público disseminador, além do leitor, exige uma cobertura doce, um marshmellow. Mais do que mero adereço, isso é fator de identificação, a carteirinha do clube. Para quem importa, para quem repassa, não é preciso explicar. Mídia Ninja, ainda que responda por um acrônimo (Narrativas Independentes, Jornalismo e Ação), é autoexplicativo. Em quem não conhece ou não domina a linguagem nativa na qual ela nasceu, causa uma estranheza que gruda, que instiga. Quem são esses caras? Que nome é esse?

(Abaixo, entrevista em audio com Bruno Torturra do Mídia Ninja)

Na outra ponta do espectro está uma outra expressão, caduca e contraproducente. Os militantes mais tradicionais de esquerda ganhariam muito em circulação e entendimento de sua mensagem se abandonassem imediatamente o rótulo “mídia golpista” que aplicam em certos setores da comunicação mainstream. Não tenho dados para sustentar minha hipótese, mas suspeito fortemente que a expressão “mídia golpista” bloqueie completamente a comunicação com qualquer pessoa que não faça parte do grupo restrito do emissor da mensagem. E então, qual o sentido? Qual o objetivo em falar uma língua que só quem concorda com você entende? Quem ainda fala em mídia golpista precisava era aprender uns golpes ninjas.

***

Ps: “Ninja” funciona por tempo determinado, numa faixa etária e demografia bastante específica. Curiosamente, deve sua sustentação à cultura oriental importada primeiro por seriados e filmes da TV aberta do passado recente – quer coisa mais mainstream? Em envelhecendo, gosto de imaginar que tipo de expressão funcionaria com o pessoal mais jovem, que militará no futuro próximo. Talvez, quem sabe, um cozido de Harry Potter e zumbis. Veremos.

Anúncios

6 pensamentos sobre “Mídia Ninja x Mídia Golpista

  1. Pingback: Mídia NINJA: o jornalismo alternativo das mídias sociais - Daniela Kutschat

  2. Pingback: Mídia NINJA: o jornalismo alternativo das mídias sociais - Daniela Kutschat

  3. Pingback: 5 links úteis para você saber mais sobre a Mídia Ninja | Super agregador

  4. Pingback: 5 links úteis para você saber mais sobre a Mídia Ninja | Super agregador

  5. Pingback: Nerdices.com.br O que é a Mídia NINJA? » Nerdices.com.br

  6. Pingback: Nerdices.com.br O que é a Mídia NINJA? » Nerdices.com.br

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s